Ir para conteúdo do site
Ir para conteúdo

Ir para conteúdo

Mato Grosso Saúde
Acompanhe-nos:
Facebook
Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
MAI
05
05 MAI 2020
MATO GROSSO SAÚDE
Manter rotina em casa é fundamental para as crianças durante a suspensão das aulas
Canalizar energia das crianças com atividades e manter rotina auxilia na compreensão do cotidiano

A manutenção da rotina é um desafio para os pais de crianças pequenas durante o período de quarentena. Diante disso, o Mato Grosso Saúde falou com a psicopedagoga, Heleonira Lima, que deu dicas para manter uma rotina com os pequenos, além de ensina brincadeiras para canalizar a energia deles durante o isolamento social.

Rotina é essencial

Manter uma rotina em casa é essencial para ajudar as crianças na organização interna, compreensão do mundo e nas suas inter-relações, além do sentimento de segurança, estabilidade e antiestresse.

“Na ausência das tarefas escolares reorganize a rotina da criança com atividades de acordo com a sua idade e nível de desenvolvimento e interesse. Descreva-as num papel, detalhando sequências e horários, exponha em local visível e acessível para a criança acompanhar”, orienta.

Para tornar o momento com a criança mais divertido, é indicado utilizar das brincadeiras, leituras e tarefas domésticas que a criança consiga desenvolver, e comemorar as tarefas cumpridas torna a experiência mais emocionante para o pequeno.

“Assim, ela (a criança) compreenderá que mesmo distante das aulas, da professora e dos amigos, os compromissos existem cotidianamente, auxiliando nas noções de responsabilidade e comprometimento que serão ampliadas e fortalecidas ao longo da sua vida”, explica a psicopedagoga.

Tecnologia x Brincadeiras antigas

Não há como desconsiderar a presença da tecnologia na atualidade e seus benefícios, mas para Heleonira, o seu uso excessivo se torna prejudicial, tanto para o adulto quanto para a criança. 

Ela ainda lembra que rememorar as antigas brincadeiras pode ser um momento de resgate dos laços afetivos familiares, além de desenvolver áreas cerebrais das crianças que a tecnologia talvez não permita.

“Deixemos as tecnologias de lado e vamos brincar de pular corda,  amarelinha, cama de gato, stop, forca, esconde-esconde, banho de mangueira, cabaninha, pé de lata, mímicas, teatro de sombras, confeccionar tintas, receitinhas culinárias e massinha de modelar, brinquedos de sucatas, origamis, adoleta, cantigas de roda, danças e tantas outras que lembrarem. Serão momentos inesquecíveis”.

Incentive o hábito de leitura

O contato com a leitura pode abrir um mundo novo às crianças. Para a psicopedagoga, a leitura estimula a relação com a escrita, entonação, pontuação e fluência. E incentivar esse hábito é indicado, mas que o exemplo começa dentro de casa.

“Vale lembrar que o adulto é sempre um modelo para a criança, em tudo, inclusive na leitura. Se a criança tem bons exemplos em seu convívio, certamente assimilará isso de forma mais natural”, enfatiza. 

Para Heleonira, há estudos que indicam que o tempo destinado à leitura varia de acordo com a idade de cada criança, mas que também é importante respeitar o ritmo de cada uma.

“É indicado que, a cada ano cronológico, seja acrescido 5 minutos, portanto uma criança de 3 anos tem o máximo de 15 minutos de concentração, mas a fascinação e envolvimento da criança pode ampliar esse momento”.

Fonte: Fernando Campos | Mato Grosso Saúde
Localização:
Av. das Flores, nº 941 - Jardim Cuiabá
CEP: 78043-172 - Cuiabá | MT
Atendimento de Segunda-feira a Sexta-feira das 08h às 17h.
Telefone para contato:
(65) 3613-7700      
Acompanhe-nos:
Facebook
Instagram
© Copyright Instar - 2006-2020. Todos os direitos reservados. Logo Instar
Seta
Copyright Instar - 2006-2020. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia